Blog

1 de novembro de 2016

Restauração da vida


 

Após o início da Revolução Industrial, em países que adotaram essa prática de trabalho, notou-se que houve aceleração no desmatamento. Desde então, é possível notar que o fenômeno do aquecimento global está mais perceptível e que a concentração de gases tóxicos vem aumentando.

Até os dias atuais, com medidas punitivas, agricultores que se localizam próximos à Floresta Amazônica vêm desmatando locais com árvores para a criação de gado em pastos. Após essa ação dos agricultores, eles contribuíram para o desmatamento, assim abaixando o nível de oxigênio e aumentando a concentração de gases tóxicos, como o metano, que é expelido por animais ruminantes como o gado.

Tendo em mente que a saúde de nosso planeta corre um sério risco, outro ponto importante é o fenômeno do aquecimento global. É evidente que a temperatura está cada vez mais elevada e necessita-se de medidas imediatas. O uso de fontes de energia, como o carvão e petróleo, agrava o quadro que já não é um dos melhores em relação ao estado do planeta Terra.

Contudo, ainda é possível tomar diversas medidas para que essa situação não piore e até mesmo desacelere. É preciso que o governo concentre suas forças para que se criem leis ambientais mais rígidas e façam mais incentivos para a energia limpa, como a solar e a eólica. Também é possível produzir mais medidas como a isenção de impostos para carros híbridos e elétricos para diminuir a quantidade de gases poluentes na camada de ozônio. Como medida final, uma boa educação para que a sociedade entenda que é preciso conservar e cuidar do planeta para que as gerações futuras tenham onde viver com maior bem-estar planetário.

Autor:  Rodrigo Marinho de Castro. Aluno do Centro de Escrita Regina Magalhães

 

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *