A descoberta do novo

Postagem : 13 de maio de 2013

Os momentos de descoberta sempre estimularam rapazes e moças a buscarem seus caminhos. Sob essa ótica, é importante ressaltar que a imaturidade, muitas vezes, dificulta enxergar o que está por trás dos atos, ficando evidente a necessidade de uma mão que os oriente de maneira correta.

É importante reconhecer que o novo instiga e proporciona prazer. Diante deste fato, muitos jovens acabam se perdendo e necessitam ser recuperados e guiados. A Campanha da Fraternidade de 2013 tem exatamente esse objetivo, ou seja, acolher e oferecer caminhos junto à Igreja Católica.

Vale a pena salientar que o “Festival de Woodstock”, foi um evento que reunia garotos e garotas que tinham como ideais o amor livre, o protesto antiguerra, o anticapitalismo, a vida em comunidade, o anarquismo e o uso de drogas. Ou seja, os envolvidos estavam, sem dúvida, descobrindo também uma vida nova, que andava nua e que foi sendo coberta com suas ações e escolhas pessoais.

As expectativas dos jovens, em relação à vida, são enormes, mas sempre cheias de medo e de fascinação. Mas, para não se perderem diante de tanta novidade, é necessário uma educação embasada nos bons costumes, no respeito ao próximo e na fé em Deus. Dessa forma, é necessário que os pais se foquem nos ensinamentos da vida, que se
passa ao longo do dia-a-dia, para os filhos, a fim de que saibam, no futuro, lidar melhor com as suas atitudes e com as consequências que eles certamente terão.

Ana Carolina Beliene Maia