A importância da redação para concursos e vestibulares

Postagem : 22 de setembro de 2014

Muito mais do que apenas uma matéria exigida nos vestibulares e concursos, a redação é um indicador valioso da articulação do candidato, de seu domínio sobre as normas da língua, de suas habilidades de exposição e argumentação e da capacidade de desenvolver as informações que detém sobre atualidades ou assuntos relacionados à vaga que almeja. Tais competências são úteis não apenas nos processos seletivos, mas em muitas etapas da vida acadêmica, profissional e cotidiana.

Durante a graduação – independentemente da área estudada, o aluno deverá produzir inúmeros artigos, relatórios e resumos, deverá interpretar dados, debater doutrinas e defender trabalhos de conclusão de curso. Depois de formado, será inserido em um mercado que, é claro, valoriza a boa comunicação e a precisão. Nos concursos em que a concorrência é muito alta, por exemplo, o desempenho na redação é um dos critérios determinantes para o desempate.

Devido a essa necessidade cada vez maior de indivíduos que saibam coletar informações, interpretá-las de forma crítica e reelaborá-las em textos claros e coesos, é crescente a procura de profissionais da saúde, da engenharia e do direito, entre outros, por cursos de português e produção de texto.

Para alcançar a excelência no desenvolvimento de redações, o aluno deve estar atento aos assuntos de ordem social, científica e cultural mais discutidos no período e exercitar diariamente a leitura crítica e a escrita, sempre empregando elementos que estabeleçam ligação entre as ideias do texto e que deem coesão ao discurso.

A produção de textos não é uma arte hermética e abstrata, nem tão indecifrável quanto parece. Apenas com reflexão prévia, estudo sobre as técnicas e extensa prática é que se desenvolve um bom redator.