Caminho sem volta

Postagem : 4 de julho de 2018

A sociedade moderna é palco de diversos problemas de cunho psicológico. É cada vez maior a taxa de jovens que sofrem de depressão, uma doença que está diretamente ligada ao aumento no número de suicídios entre adolescentes e crianças.

Recentemente, ganhou destaque mundial a prática do jogo virtual, “Baleia Azul”, o qual consiste na realização de tarefas dadas aos jogadores, diariamente, que teriam como auge o suicídio do praticante. Tal caso já foi divulgado por telejornais ao redor do mundo e utilizado como alerta às escolas e às famílias sobre tal fatalidade que está muito presente na contemporaneidade.

É importante salientar que o adolescente moderno tem uma vida repleta de afazeres impostos pela sociedade, como passar no vestibular. Nessa fase, sofre várias maneiras de pressão, as quais levam a graves problemas psicológicos e emocionais. Além disso, muitos jovens veem na dor física uma forma de diminuir o sofrimento psicológico e, dessa forma, rendem-se até à automutilação para afastarem-se do tormento emocional.

O suicídio é um grande problema contemporâneo e, por ser crescente, é preocupante. Várias podem ser as causas do mesmo, dentre elas, pode-se citar o estado de espírito demonstrado pelas pessoas influenciados pelas redes sociais. Logo, uma atmosfera familiar saudável é fundamental para o bem-estar emocional do indivíduo e, diante de tais fatos, vê-se que a resiliência é um ensino fundamental para a vida do jovem moderno. É importante também que haja apoio escolar e familiar ao adolescente, além de ser necessário que os familiares tenham ciência de que vivem, muitas vezes, pressionados e deem o apoio necessário, para que não cheguem, precocemente, ao fim do caminho da vida, que é sem volta.

Autora: Juliana Alvarenga. Aluna do Centro de Escrita Regina Magalhães.

Tema: O que leva os jovens a cometerem suicídio?