Capacitação Profissional

Postagem : 9 de junho de 2012

Ter um ofício faz parte do exercício da cidadania. Por essa razão, torna-se necessário avaliar a situação do emprego na sociedade contemporânea mundial, observando as divergências desse quadro e as implicações das mesmas no mundo.

Sabe-se que a padronização pregada pelo processo de globalização não se aplica a todos os países quando o assunto em questão é o panorama do emprego. Em verdade, a crise vivenciada na Europa afetou diretamente os trabalhadores do continente. Um exemplo dessa situação é a preocupante redução do mercado de trabalho para jovens na Espanha. Tal contexto pode conduzir a situação planetária de forma caótica. Diante disso, fica evidente a relevância da habilidade profissional no mundo atual.

Em contrapartida, o Brasil tornou-se um país onde as oportunidades de emprego são numerosas. Partindo de uma análise histórica, vale ressaltar a importância do Movimento Operário ocorrido no país nas primeiras décadas do século XX. Mesmo que indiretamente, as consequências dessa luta de trabalhadores, como a garantia de direitos trabalhistas para crianças e mulheres, a diminuição da jornada de trabalho e o estabelecimento de um salário mínimo, ficaram evidentes no governo de Getúlio
Vargas.

Entretanto, essas conquistas estabelecem um paradoxo com a atual estimativa do trabalho escravo no Brasil. Além dessa situação aponta-se para a dificuldade de capacitação do trabalhador brasileiro, o que torna um obstáculo frente ao desenvolvimento nacional. Nesse contexto, vê-se que é necessário um diálogo mais eficiente e equilibrado entre os países economicamente mais importantes na Europa, como Alemanha e os mais prejudicados como Portugal e Espanha, a fim de minimizar os efeitos da crise sobre o planeta.

Além disso, é importante que o governo brasileiro realize investimentos no setor educacional, para garantir maior profissionalização. Vale lembrar também que não somente os governantes, mas toda a sociedade brasileira deve investir forças na exterminação do trabalho forçado. Diante desses pressupostos poderá se obter um trabalho mais digno e colaborar para o exercício da cidadania plena.

Leticia Pitta Manhães (vestibulanda)