Fluida vanguarda

Postagem : 29 de junho de 2020

Segundo Peter Drucker, “A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo”. Mediante a essa citação, é necessário trazer em pauta o valor do amanhã para os jovens no mundo. Nesse sentido, estima-se a capacidade transformadora da juventude atual e os desafios enfrentados para a sua formação nesse admirável mundo novo. Logo, esse cenário traz a valia da atuação dos jovens na sociedade e a esperança de mudanças em suas propostas.

É relevante abordar, em primeiro plano, o poder atual de transformação da juventude, diante das possibilidades de criar um mundo melhor, em face de suas ideias inovadoras, seu novo modo de vida e seus pensamentos vanguardistas. Esse cenário pode ser exemplificado, com a geração do “Woodstock” que propagou pelo mundo ideais, como o de “paz e amor”, que se tornaram um forte símbolo de liberdade de expressão, como também é importante evidenciar a velocidade pela qual esses jovens mudam a realidade. Foram considerados pelo sociólogo polonês, Zygmunt  Bauman, como o título do seu livro. “Nascidos em tempos líquidos”, porque para eles, tudo é rápido e fluido e isso os capacita a serem adaptados às mudanças e também criadores de soluções imediatas, o que é uma grande vantagem dessa geração contemporânea.

Em paralelo a isso, vale também ressaltar, os desafios a que os jovens são submetidos. Isso é retratado, nas escolhas as quais enfrentam em um curto espaço de tempo, qual será o curso superior que escolherá, como a faculdade vai auxiliar em sua carreira profissional, além de sua conturbada vida sentimental, que está em descoberta e cheia de dúvidas. Isso é retratado, na série “Modern family”, na qual a personagem Alex que, desde criança foi dedicada a sua vida acadêmica, mas no último período da faculdade, encontrou-se perdida, porque não sabia o que queria para sua vida profissional. Desse modo, ratificam-se, as dificuldades e incertezas da fase do amadurecimento, como foi dito por Picasso: “Leva-se muito tempo para ser jovem”. Com isso, evidencia-se a difícil trajetória dos adolescentes atuais para o protagonismo da vida.

Infere-se, portanto, a valia do futuro para os jovens. Para tanto, é necessário retomar os ideais de Peter Drucker, que afirma: “Criar o futuro é a melhor forma de prevê-lo”. Diante disso, é notório o valor do poder inovador da juventude e a importância de suas escolhas para o seu futuro e para a constituição desse admirável mundo novo. Somente assim, os nascidos em tempos líquidos estarão, verdadeiramente, à luz do protagonismo nesse mundo atual tão evolutivo e imprevisto.

Autora: Mariana Araújo. Aluna do Centro de Escrita Regina Magalhães.

 Tema: Ser jovem: desafios e possibilidades.