Mundo da ciberespionagem

Postagem : 13 de agosto de 2013

A ciberespionagem gera grande desconforto mundial. Não se estava ciente do alcance que essa vigilância ganhou. Apesar de esse comportamento ajudar de modo decisivo, na resolução de muitas fraudes sociais, não é correto perante a lei violar e espionar a vida privada de ninguém.
Por tudo isso, cumpre lembrar a ação surpreendente do jovem Snowden no vazamento de dados de espionagem norte-americana. O entendimento é que esse rapaz expôs informações confidenciais americanas, sobre a vigilância mundial, no que se trata de informações pessoais presentes nas redes sociais da internet. Apesar de ser considerado, por alguns, um traidor, ele teve grande importância, já que nem todos os países têm acesso a este tipo de espionagem.

Por tudo isso, três dos grandes visionários da Internet ganham grande destaque no plano mundial. Zygmunt Bauman, Pierre Lévy e Manuel Castells que já tinham a visão do que a livre interação em uma rede de informações poderia gerar futuramente. Na visão de Lévy, o mundo virtual iria se confundir com o real, exatamente como vem acontecendo por meio da ciberespionagem.

Portanto, deve-se ter em mente que a privacidade é assegurada na Constituição brasileira, no entanto, não está sendo cumprida. Nem tudo é correto na luta contra o terrorismo, mesmo estando ciente dos alvos dos Estados Unidos. Não é certo o uso de tecnologias que vão contra os direitos e a ética social. Deve-se então, buscar os melhores meios para minimizar, ou até mesmo, acabar com essa cibervigilância privada.

Gabriel José Manhães Pessanha.