O gênero do país

Postagem : 6 de outubro de 2014

A mulher no Brasil, no século XXI, deixa de ser reconhecida, apenas como o gênero feminino, mas por seus grandes feitos, que marcaram a história. Sob essa ótica, é visível o poder feminino, no Brasil, na disputa política presidencial de 2014.

É importante ressaltar que há 50 anos, as mulheres brasileiras sonhavam apenas com uma carreira profissional, pois o machismo imperava nas relações pessoais e políticas. No entanto, em 1932, Getúlio Vargas deu voz ao gênero feminino com o poder de ir às urnas. Diante desse fato, as mulheres foram lutando por um lugar na sociedade que não fosse apenas ao lado do homem. Sendo assim, movimentos feministas levaram a mulher a conseguir educação e vida profissional. Hoje, superou-se o imaginário, de décadas atrás, pois o feminismo está presente nas campanhas eleitorais de 2014 no país.
Torna-se necessário mencionar que, na Suécia, as campanhas políticas são mais focadas, em projetos concretos de governo, os oponentes jamais trocam ataques pessoais, ou seja, é um duelo de ideias que se faz sedutor. Em contrapartida, em vários outros países, o foco da disputa volta-se para campanhas negativas e agressivas. Dessa forma, fica notório que o embate agressivo na busca pelo poder, é independente do gênero.
É hora de abrir a discussão e deixar nítido que a mulher é uma guerreira, que luta todos os dias, para superar o passado de submissão marcado em sua história. Dessa maneira, o gênero feminino vem se fazendo presente e vencendo o machismo existente até hoje contra a mulher. Contudo, na política brasileira o que deve importar não é o sexo e sim, o candidato que melhor conseguir transparecer respeito ético e valor aos cidadãos. Contudo, o maior sucesso será obtido, quando o candidato a governante, tiver ideias para uma gestão que beneficie o país e que proporcione melhor qualidade de vida e menos sofrimento à nação.

Ana Carolina Beliene Maia. Vestibulanda.

Tema: Como você interpreta a participação de gênero nas eleições de 2014 para presidência do Brasil?