O suicídio desmatando a juventude

Postagem : 5 de junho de 2018

O suicídio de jovens é um problema global e suas taxas têm aumentado no Brasil, principalmente, na capital paulista. Transtornos, como a depressão e a ansiedade são comuns em jovens brasileiros e têm ligação direta com os casos de óbito voluntário.

Há evidências de que o “bullying”, a cobrança excessiva e a competitividade estão entre os principais motivos que levaram crianças e adolescentes a tirarem suas próprias vidas. As mudanças físicas e psicológicas são agravantes e dificultam que jovens superem crises e problemas de maneira natural.

Na adolescência, existe uma pressão constante por bons resultados na escola e a escolha de uma carreira profissional entre outras exigências dos familiares. Em verdade, a mente de um jovem ainda está terminando sua consolidação e não está preparada para tamanha cobrança e competitividade. A sobrecarga pode gerar ansiedade e depressão, patologias que, muitas vezes, não são compreendidas pelos familiares e necessitam de tratamento especializado.

As doenças psicológicas podem ser identificadas pela falta de motivação, insônia, sonolência excessiva, agressividade e comportamento introspectivo por parte dos jovens. Os padrões de beleza estipulados pela mídia e as imagens felizes e perfeitas transmitidas pelas redes sociais também afetam muito os adolescentes que se sentem piores por serem diferentes. Isto agrava os outros problemas enfrentados e diminuem a capacidade de resiliência dos jovens, que afetados pela baixa autoestima não encontram forças para superar crises e dificuldades do dia a dia.

O suicídio de jovens é um problema que já toma grandes proporções, mas pode ser finalizado pelo diálogo aberto entre pais e filhos, aliados à busca das escolas pela compreensão aos alunos. O futuro necessita dos jovens e de suas ideias, “E a vida é muito bela para ser insignificante” disse Charles Chaplin, ao mostrar que todos devem dar a devida importância à vida. Com o trabalho das habilidades socioemocionais os jovens poderão entender os altos e baixos da vida e terão resiliência para seguir em frente a sua vida.

 

Autor: Diego Viana Waked. Aluno do Centro de Escrita Regina Magalhães

 

Tema:   O que leva jovens a cometerem suicídio?