Solução econômica e ambiental

Postagem : 7 de maio de 2016

O Brasil é um país continental e com grande possibilidade de produzir vários tipos de energia. Por essa razão, é muito importante fazer uma reflexão sobre a grande quantidade de ventos e de dias solares que há em várias partes do Brasil para compreender a possibilidade de progresso neste setor.

 

A energia eólica é a que mais cresce no país e deve ter sua produção dobrada até 2020. É importante citar que este tipo de fonte limpa tem preço mais acessível e pode substituir as hidrelétricas brasileiras que causam desmatamento, retiram a população local e afetam a cadeia alimentar da região que fica muito prejudicada em relação ao meio ambiente. No Rio Grande do Norte, há 87 usinas e no Ceará 44, locais que lideram a geração de energia eólica. Apesar do grande avanço, neste assunto, a grande expectativa está em Minas Gerais, onde existe uma “mina de ouro eólica”, mas ainda não se destaca no panorama energético.

 

Sabe-se que o Brasil possui dimensões continentais, é um país banhado pelo sol, em vários estados, com poder de gerar também energia solar. É necessário lembrar que a instalação dessa fonte energética ainda não é de baixo custo. Outro ponto interessante para análise é que há um casamento de condições favoráveis da energia eólica com as hidrelétricas. O período de seca no Nordeste, com sol escaldante, onde se encontram os parques eólicos, coincide com o período chuvoso nas regiões Sul e Sudeste, onde estão os principais reservatórios de usinas hidrelétricas. Isto representa um ótimo fator, pois assim, há equilíbrio para realizar os diferentes tipos de energia, em uma região continental, com grande riqueza em ventos e iluminada constantemente pelo sol.

 

Realmente, o Brasil está avançando na produção de fonte eólica e solar, o que é muito bom para o país. Por outro lado, esses processos favorecem as famílias menos abastadas com o atual excesso no preço da luz em suas residências. Além disso, esses avanços refletirão, não só nos fatores ambientais, mas no econômico, pois irá gerar desenvolvimento, em algumas zonas rurais, onde têm o favorecimento dos ventos e do sol. Deve-se reconhecer ainda a importância da divulgação da mídia, para que a população tenha conhecimento desses fatores, que poderão tranquilizar os brasileiros que sofrem também com a atual crise econômica e política. Se o país continuar avançando, neste setor, a energia definitivamente não será mais um problema nacional, mas sim, uma solução econômica e ambiental.

 

Letícia Fagundes. Vestibulanda (2016). Aluna do Centro de Escrita Regina Magalhães.

 

Tema: Qual é a importância de o Brasil avançar na produção de energia solar e eólica?