Verdade e dever

Postagem : 22 de outubro de 2011

A autoconfiança adquirida pelo homem fez com que obtivesse altos índices de desenvolvimento, como se vê nos dias atuais. Porém, a alienação, o egoísmo e o individualismo tornam-se barreiras para total crescimento. Muitas pessoas, dessa forma, não conseguem se encontrar de nenhuma maneira, talvez por falta de personalidade, ou oportunidade.
No mundo contemporâneo, as redes sociais dominam a comunicação. Esse artifício moderno pode ser usado de várias formas e todas com efeitos grandiosos. Uma delas é a busca da certeza interior. Talvez não de uma forma definitiva, mas mesmo que momentânea, é um sentimento verdadeiro e não imposto. A respeito disso, pode-se citar o protesto contra a corrupção, que é algo que afeta a todos. É uma campanha que só participa quem quer, quem acha dentro de si a resposta para quebrar os rótulos.
Como assinalou Carlos Drummond de Andrade, o crescimento está “Entre o amor e o fogo”, ou seja, na experiência, e só dessa forma, pode-se encontrar a verdade. A arte bem feita sempre transmite certeza e os verdadeiros atores lutam por um teatro no qual as pessoas saiam com um conhecimento ou uma hipótese a mais. No mundo em que se vive, deseja-se, em geral, poupar o trabalho, formando cidadãos acomodados. Cada um deve buscar em si o seu caminho e não esperar que este simplesmente apareça.
Diante desses pressupostos, entende-se que a acomodação dificulta a busca pela verdade. No contexto otimista, em que o Brasil se encontra, cresce a necessidade por cidadãos éticos. Logo, fica evidente que o país precisa de investimento em educação. Porém, quanto mais alienada a nação for, menos senso crítico terá e, então, não haverá mudança. Cabe a cada um encontrar em si uma forma de mudar o mundo, seja pelo meio profissional ou, até mesmo, pelas redes sociais. Isto é não só verdade, mas dever.

Felipe Xavier Aquino (Vestibulando – cursa o terceiro ano do Ensino Médio, faz parte da Companhia de Arte Persona – Pretende cursar Artes Cênicas/ Direção teatral na UFRJ – 17 anos)