Vidas em perspectiva

Postagem : 18 de junho de 2020

O ano de 2020 chegou fazendo toda a população colocar suas vidas sem perspectiva. As prioridades mudaram de acordo com a realidade vivida. Hoje, apenas o ato de respirar é considerado uma dádiva e percebe-se que cada dia é uma luta. Essa batalha, no entanto, conta com agentes primordiais para que a vitória seja atingida. Os agentes de saúde se sacrificam todos os dias, muitas vezes, arriscando sua própria vida em prol de muitas que serão salvas por suas mãos.

Durante a grande briga contra a COVID-19, a perseverança e a vontade de vencer se fazem presentes no cotidiano da equipe hospitalar responsável pelos milhares de pacientes infectados no país. O número de mortes vem aumentado e a convivência social torna-se uma realidade cada vez mais distante. Com esse cenário monstruoso, enfrentado pela sociedade, médicos, técnicos e enfermeiros tiveram que se reinventar e mostrarem-se determinados a continuarem nessa luta que parece interminável. Dando vida à beleza da profissão, esses heróis, que ao invés de capas, usam máscaras e luvas, usando de toda a sua saúde mental e física para se doarem, inteiramente, àqueles que se encontram debilitados. Usam seus sorrisos, muitas vezes frustrados, perante a situação, para trazerem conforto às famílias.

Em face de todo esse comprometimento da equipe, é importante lembrar que a mesma necessita de assistência psicológica e muito apoio emocional, considerando que esses profissionais estão sendo afastados de suas famílias e amigos, expõem-se ao risco diariamente e conhecem, mais do que ninguém, as dificuldades devastadoras que o vírus pode trazer. Relatos de médicos e enfermeiros mostram a dura realidade dia após dia e contam que perderam amigos de trabalho e inúmeros pacientes, fazendo-os sentir como se fossem incapazes de realizar sua profissão com êxito. Além disso, alguns hospitais estão disponibilizando alguns espaços com camas e colchonetes, servindo de alojamentos para esses atendentes do hospital que são impedidos de voltarem para suas casas devido ao risco de contaminarem seus familiares.

No final dessa jornada, o esperado é que todos os profissionais de saúde sejam recompensados e valorizados da forma que, realmente, merecem. Deve-se mostrar gratidão e apreciação por aqueles que colocam a vida do próximo frente à sua própria e estão sempre dispostos a salvar e a proteger. Enquanto sociedade consciente, o ideal a ser feito para contribuir com o trabalho desses agentes, é respeitar o isolamento social e fazer o possível para se protegerem e aos seus próximos. Como disse o médico neurocirurgião, Derek Shepherd, da série de TV americana, “Grey’s Anatomy”: “É um lindo dia para salvar vidas”. Com a colaboração de todos, pode-se caminhar, passo a passo, para um país liberto do coronavírus.

Autora: Maria Eduarda Gomes Walkoff de Almeida. Aluna do Centro de Escrita Regina Magalhães.

Tema: Vidas negras importam.