Vidraça manchada

Postagem : 4 de julho de 2018

O Brasil, conhecido pelo país do futebol, encara a possível torcida mais fraca da história antes de começar o evento. Em ano de eleição e sem saber o que os aguarda, o povo ainda não sabe o que pensar da Copa. Uma vez que todos os destinos estão incertos, é difícil querer abrir a janela e ver o que vem em sua direção.

A poucos dias da Copa, o único país com participação em todas as edições, o Brasil, tem mostrado uma indiferença nunca vista nas Copas do Mundo anteriores. De acordo com o jornal “Folha de S. Paulo”, as possíveis explicações para a desmotivação dos brasileiros é a crise econômica, a corrupção na Confederação Brasileira do Futebol e o 7 a 1 da Copa de 2014. Outra consequência seria a grande desesperança que afeta a nação, principalmente, se levar em conta que é difícil ver a verdade quando o vidro do país está embaçado.

O professor de Ciência Política da Universidade Veiga de Almeida, Guilherme Carvalhido, evidenciou que 13% do eleitorado está desempregado, agravando a crise social. Sem saber as verdades que a cortina esconde do próprio quintal, o povo brasileiro acaba tendo um desânimo seguido de uma grande vontade de deixar o país.

É importante sublinhar que o futebol faz parte do espírito da maioria dos brasileiros, mas os diários esquemas de corrupção deixam o povo impactado como nunca antes. Nenhum quintal sobrevive a tantas chuvas. O país precisa abrir a cortina e a nação enxergar o horizonte verdadeiro em que se encontra. Só então, será possível um bom planejamento para aas próximas eleições, com um bom paisagista para fazer justiça ao país que sempre foi vibrante nos grandes eventos nacionais.

Autora: Bárbara Galiaço Iack. Aluna do Centro de Escrita Regina Magalhães

Tema: O que leva os jovens a cometerem o suicídio?